Análise do The Sims 4 Vida na Cidade

Após um ano repleto de coleções de objetos e atualizações gratuitas, The Sims 4 Vida na Cidade é finalmente o mais novo pacote de expansão para a quarta geração da franquia, com lançamento previsto para amanhã (dia 1 de novembro) no Origin para PC e Mac. Agradecemos a EA Brasil pela cópia antecipada do jogo para a realização desta análise.

BEM VINDO AO THE SIMS 4 VIDA NA CIDADE


O QUE HÁ DE NOVO

Vida na Cidade é a mais recente adição ao The Sims 4, trazendo centenas de conteúdos novos. Dentre eles estão a reintrodução de apartamentos e karaokês, o mundo de San Myshuno e os seus festivais culturais. Além disso, Vida na Cidade é de fato o pacote de expansão mais multicultural já desenvolvido pela Maxis – a cidade de San Myshuno é habitada quase que exclusivamente por orientais e indianos. A culinária adicionada é extremamente rica, com comidas típicas de diversos países ao redor do mundo. O mesmo se reflete na trilha sonora diversificada, com composições inspiradas em gêneros musicais como K-Pop, Rock, Pop, Country, Disco, House Music e muitos outros.

CRIAR UM SIM

O modo Criar um Sim continua bem completo, fazendo jus a diversidade cultural abordada na expansão. Diversas etnias são representadas em Vida na Cidade, permitindo que os Sims tornem-se ainda mais únicos em The Sims 4.

PENTEADOS (8), CHAPÉUS (7) E ACESSÓRIOS DE CABEÇA (3)

      

PARTES DE CIMA (27) E ACESSÓRIOS DE CORPO (1)

       

PARTES DE BAIXO (9)

   

CALÇADOS (8)

   

CONJUNTO COMPLETO (40)

        

TRAÇOS E ASPIRAÇÕES


O pacote de expansão adiciona uma nova aspiração de Local chamada Nativo da Cidade. Com essa aspiração selecionada, o Sim irá preferir estar em San Myshuno e ficará desconfortável em outras cidades do The Sims 4. Será que podemos esperar novas aspirações de Local no futuro... Como por exemplo, uma aspiração de Nativo do Campo? Hmmmm...

   

Infelizmente o pacote de expansão não trouxe nenhum traço de personalidade, considerando que os traços Não Paquerador e Vegetariano vieram por meio de uma atualização antes do lançamento, gratuitamente para todos.

MODO COMPRA

O modo construção da nova expansão é decepcionante. Começando porque os apartamentos não podem ser construídos do zero e tampouco terem a área externa editada. Em consequência disso, não tivemos nenhuma nova ferramenta de construção adicionada.

      

Em compensação, a equipe do jogo desenvolveu um novo recurso para influenciar o modo simulação, através de Traços para Lotes. Esse sistema foi inserido na atualização de 27 de outubro, e ampliado com mais traços ao instalar a expansão Vida na Cidade. A grande dúvida é se os produtores continuarão atualizando o sistema. Vamos aguardar!

      

      

      

      


O Modo Compra foi agraciado com mais de 260 objetos, sendo muitos deles decorativos. Os consoles e karaokês foram lembrados pelos produtores e finalmente voltaram, devido as reclamações recorrentes dos Simmers.

Muitos jogadores reclamaram também que determinados conteúdos do pacote de expansão foram reciclados de pacotes de jogo e coleções de objetos anteriores, o que é fato. Porém esses objetos não contam com as mesmas interações desses pacotes que serviram de base, como é o caso da fonte da coleção de objetos The Sims 4 Festa Luxuosa. Nos festivais ela tem apenas a interação de Beber Chá.

Tragicamente, também não foram inseridos novos eletrodomésticos... ao menos, não novos. Os únicos itens de cozinha adicionados, são na verdade versões "usadas" (com pintura descascada) dos eletrodomésticos mais baratos do jogo base. Em compensação, tivemos quatro novas camas, após tanto tempo, sendo três delas de casal e uma de solteiro. E finalmente foram adicionados dezenas de novos quadros e pôsteres de parede, algo que The Sims 4 carecia demais.

CARREIRAS


The Sims 4 Vida na Cidade acrescenta três novas carreiras semiabertas ao The Sims 4. Seguindo o modelo visto em The Sims 3 Ambições, as carreiras Política, Mídias Sociais e Crítico possuem a opção dos Sims trabalharem de casa e realizarem interações fora do local do trabalho. Isso permite que o jogador tenha um papel mais ativo para ganhar pontos de carreira para os seus Sims sem ter que mandá-los para longe. Isso também dá aos seus Sims oportunidades para sair e explorar todas as novas experiências que San Myshuno tem a oferecer.


Você pode optar por Trabalhar de Casa de várias formas. Uma hora antes do trabalho começar, um pequeno alarme dispara sobre o seletor de Sims com as opções “Ir Trabalhar”, “Trabalhar de Casa” ou “Tirar o dia de folga”. Se escolher “Trabalhar de Casa”, seu Sim imediatamente recebe duas ou mais tarefas aleatórias para fazer no dia, como iniciar protestos e fazer discursos na carreira Política, escrever colunas ou resenhas de apresentações, na carreira de Crítico ou atualizar status e fazer contato com jornalistas, na rede social da carreira de Mídia Social.

Cada nível das carreiras da expansão destrava novas interações únicas como Pedir Votos e Debater Política de Esquerda ou Direita (a depender da inclinação política do Sim), na carreira política.


A integração da carreira Crítico de Comida com o pacote de jogo The Sims 4 Escapada Gourmet é satisfatória, nosso crítico, chamado Claudio Gomes, foi até um restaurante subterrâneo que criamos em Magnolia Promenade (vizinhança incluída com o pacote de expansão Ao Trabalho) e lá solicitou um prato de comida e bebida, para só então avaliar o restaurante e dar uma nota. E sim, é possível avaliar o seu próprio restaurante.

MUNDO


O pacote de expansão traz um novo mundo chamado San Myshuno. Inspirada em San Francisco, New York e cidades asiáticas, como Hong Kong e Shangai, San Myshuno é onde praticamente toda a ação acontece. Sua ambientação de metrópole é simplesmente incrível, transmitindo a sensação de que nossos Sims finalmente estão vivendo em uma cidade grande e movimentada.


Durante o dia é possível ouvir buzinas de carros, o som do metrô passando pelos trilhos e até mesmo sirenes de polícia, ambulâncias e bombeiros. Tudo isso embalado por uma paisagem de tirar o fôlego, devido ao extremo cuidado dos produtores em detalhar cada vizinhança, de pombos pelas praças até helicópteros sobrevoando a Cidade Alta. As noites são ainda mais lindas, com uma iluminação massiva nas edificações e ruas, sem contar os canhões de luz rasgando o céu de San Myshuno.


Infelizmente também encontramos falhas no mundo, como carros, prédios e árvores flutuantes. Em relação ao limite de Sims por lotes ativos, a equipe decidiu optar pela criação de Sims falsos (criados pela equipe de VFX) para dar mais movimento a cidade, que são apenas paliativos e devem ser observados com certa distância... de preferência... bem de longe. Afinal, são pouco detalhados.

   

O parque de San Myshuno, chamado “Prados de Myshuno” infelizmente é um tremendo desperdício de espaço na cidade. Não sabemos dizer se faltou criatividade por parte da equipe de produção ou se dedicaram muito pouco tempo a ela, mas a vizinhança em que o parque está situado, é extremamente grande, porém vazia em conteúdo. Tudo parece ter sido colocado de qualquer forma e sem cuidado, como caminhos que levam a lugar nenhum.

    

A Cidade Alta é a mais luxuosa vizinhança de San Myshuno, onde os Sims ricos e famosos têm seus apartamentos perto das nuvens. Extremamente pequena, e em decorrência disso, nenhum festival ocorre lá, não há muito a se fazer na área pública, que contém apenas um palanque para políticos discursarem. Somando a vizinhança, estão quatro edifícios, sendo um deles uma cobertura e uma academia. No entanto, a Cidade Alta conta com uma das melhores paisagens da cidade, do alto de seus arranha-céus, onde é possível ver até mesmo helicópteros decolando.

   

Relembrando aquelas vizinhanças de pedras marrons que todos nós já vimos em programas policiais antigos, o Mercado de Especiarias aparenta ser inspirada em New York, em regiões como o Brooklyn. Constituída por 4 lotes funcionais, sendo dois deles apartamentos, um bar de karaokê e uma casa (SIM!!! UMA CASA!), essa vizinhança é o lar dos festivais Mercado de Pulgas e Festival de Especiarias, que ocorrem se revezando na praça central.

   

Parece que alguém derrubou um barril de boemia! O Quarteirão das Artes reúne aspirantes à pintores e músicos porque essa vizinhança colorida tem um espírito livre e é o ambiente perfeito para inspirar criatividade. A abundância de sopradores de bolhas também facilita as coisas. Contendo 4 lotes funcionais, sendo dois deles apartamentos, uma cobertura e uma galeria de arte. Essa vizinhança é o ponto de encontro dos brincalhões e piadistas no Festival de Humor e Travessuras. Infelizmente assim como a vizinhança Cidade Alta, o Quarteirão das Artes também é bastante espremido entre os edifícios, tudo parece estar apertado demais. Mas nada que tire o seu encanto!

   

O sofisticado Distrito da Moda é uma construção elevada sobre uma estação de trem de San Myshuno. Rodeada por três prédios (sendo um deles, uma cobertura) estonteantes e um bar de karaokê, essa vizinhança é o lar dos Festivais Romântico e GeekCon. Assim como a Cidade Alta e o Quarteirão das Artes, é uma vizinhança relativamente pequena, mas maior que ambas. Coração da vida noturna da cidade e coberta de outdoors, seu nível de detalhamento é simplesmente surreal para os padrões do The Sims 4.

O cuidado dos produtores é refletido até mesmo nos outdoors de anúncios e placas espalhadas pela cidade, dentre elas estão as Placas Dinâmicas que fornecem informações. Quando um Festival estiver acontecendo, as Placas Dinâmicas exibem um efeito especial e se transformam em um pôster único para que você possa ler e saber mais sobre o festival. Há também anúncios de filmes, spas e até mesmo do Simdr, um app de paquera para os Sims! Você também pode coletar pôsteres exclusivos em caixas de energia espalhadas pela cidade, ou então trocar com outros Sims, caso seja repetido.

APARTAMENTOS


O sistema de apartamentos é uma das grandes reintroduções nesse pacote de expansão. Inseridos originalmente em The Sims 2 Vida de Apartamento e aparecendo também em The Sims 3 Caindo na Noite, o sistema criado para o The Sims 4 Vida na Cidade é de longe o que mais desaponta, composto por lotes extremamente irregulares (em tamanhos bizarros, como ‘L’), sem saguão de entrada ou animação para os elevadores. Por mais que as ausências já tenham sido mais do que justificadas pelos produtores e hajam novos recursos não presentes nas gerações anteriores, é decepcionante ver pela primeira vez na franquia edifícios tão promissores sem recursos básicos que estiveram presentes desde a primeira vez que apartamentos foram incluídos ao jogo, em 2008 – e estamos em 2016.

Mensagem informa que é impossível editar o exterior do edifício.
Se a ausência de recursos primordiais já não fosse suficiente, não podemos deixar de citar o descaso notável cometido pelo estúdio na construção dos prédios, alguns tendo até mesmo paredes sem pintura – e diferente do The Sims 2 ou The Sims 3, o sistema de apartamentos é tão limitado que não permite, nem mesmo com cheats, a edição dos edifícios, tampouco a construção de novos em San Myshuno ou em outros mundos.


Deixando os defeitos um pouco de lado, ainda é possível se divertir um pouco com os apartamentos. As interações com os vizinhos foram muito bem pensadas, e os mais diversos tipos de situações podem acontecer. Seu Sim pode, por exemplo, acordar furioso de madrugada com barulhos, digamos... alto demais dos vizinhos fazendo Oba-Oba... ou ouvindo música no último volume. É possível pedir silêncio batendo na porta ou deixando um bilhete no mural do corredor.

É muito comum também o seu Sim começar a cantar autonomamente no chuveiro e o vizinho vir bater na sua porta devido o barulho, então a regra é bem simples: não faça barulho.

 

É comum também ver vizinhos levando o lixo para fora, verificando a caixa de correio e lendo bilhetes no mural – onde seu Sim inclusive pode receber os mais variados recados. Fazer amizade com os vizinhos também desbloqueia uma nova interação que permite dar a eles uma chave do apartamento do seu Sim.

Cada apartamento possui características distintas, algumas delas agregadas pelos traços do lote. Outras, como encanamento defeituoso e painel de fusíveis em curto-circuito, são exclusivas e não podem ser adicionadas a outros apartamentos. Ratos e baratas são comuns em apartamentos mais humildes, assim como apartamentos mais caros podem ter uma conexão melhor com a internet ou proporcionar um ganho mais rápido de alguma habilidade. Há ainda a possibilidade de adicionar novos traços, como “Área de Terremoto”, fazendo mais uma vez referência a cidades orientais, onde os prédios são construídos para resistirem aos constantes tremores.


Todos os edifícios têm um senhorio que pode ser chamado sempre que algo estiver com problema, e é importante que seu Sim mantenha um bom relacionamento com ele, afinal, nunca se sabe o que pode dar defeito!


Sem dúvidas, o ápice da vida na cidade no pacote de expansão é mudar-se para uma cobertura. Essa é a única maneira disponível de utilizar todas as ferramentas do modo construção em um edifício; as coberturas são como lotes inteiros caríssimos no topo de arranha-céus.

FESTIVAIS

  

Há cinco festivais ocorrendo em datas variadas em San Myshuno, sendo eles o Festival de Especiarias e Mercado de Pulgas se revezando no Mercado de Especiarias. Já a GeekCon e o Festival Romântico se revezam no Distrito da Moda, enquanto o Festival de Humor e Travessuras ocorre no Quarteirão das Artes. Cada festival conta com um conjunto de interações exclusivas, comidas típicas, itens promocionais e brindes para serem desbloqueados e/ou adquiridos.

FESTIVAL DE ESPECIARIAS

 

O Festival de Especiarias é conhecido pela degustação de comidas picantes e a badalada competição de Curry, no qual o Sim que melhor aguentar o nível de ardência das danadinhas pimentas, ganha uma camiseta. Nele, também é possível adquirir temperos especiais para as comidas preparadas por nossos Sims em casa, do Curry ao Wasabi.

Talvez sendo um dos festivais mais badalados, o Festival de Especiarias traz muitos novos conteúdos culinários para os nossos Sims, ampliando a já grande gama de pratos do The Sims 4.

MERCADO DE PULGAS

 

O Mercado de Pulgas ocorre na mesma vizinhança do Festival de Especiarias, lá podemos vender nossos itens colecionáveis, como os Troféus do MySims, rochas, fósseis, rãs, globos de neve, etc. Também é possível trocar colecionáveis com outros Sims, basta saber negociar. Precisando de móveis novos para o seu apartamento? No Mercado de Pulgas é possível adquirir móveis exclusivos que não estão disponíveis no Modo Compra, você ainda pode pechinchar para ter melhores descontos.

  

O Mercado de Pulgas é talvez o melhor e mais interessante festival de San Myshuno. Contendo funcionalidades que lembram a expansão Ao Trabalho, o Mercado de Pulgas traz móveis únicos e a possibilidade de trocar colecionáveis com outros Sims.

GEEKCON

 

A GeekCon é o  point dos nerds de plantão em todo o The Sims 4. Competições de blique-bloque e hacking agitam esse festival nerd no Distrito da Moda. Seu Sim ainda pode fazer uma selfie com os diversos cosplayers que circulam pelo evento e quem sabe dar um "passeio" no espaço com alguém?



FESTIVAL ROMÂNTICO

 

O Festival Romântico é o local onde nossos Sims podem procurar a sua metade da laranja, a tampa da panela, o queijo que faltava na goiabada, o chinelo do pé cansado. Lá é possível se consultar com o Guru Romântico, a fim de descobrir qual é o destino amoroso de nossos Sims. No caso da Sim que testamos, será um destino bem triste... em outras palavras... vai ficar para titia mesmo.


Bebendo o Chá de Sakura (na fonte da coleção Festa Luxuosa), o Sim fica paquerador e ganha algumas interações exclusivas com outros Sims. como jogar pétalas em outros Sims, "brincar" sobre ficar juntos e descrever sonho paquerador sobre outro Sim.

O Festival Romântico é tão fraco quanto a GeekCon, ali se encontram Sims de todo o universo de The Sims 4 (de todos os mundos) para trocar laços de amor, não há muito a se fazer nele.

FESTIVAL DE HUMOR E TRAVESSURAS

 

O Festival de Humor e Travessuras consiste em duas equipes, os piadistas e os brincalhões. Ao entrar em uma equipe bebendo o chá escuro ou claro (na fonte da coleção de objetos Festa Luxuosa), nosso Sim deve executar determinadas interações de acordo com a equipe em que está. Enquanto os brincalhões praticam travessuras com outros Sims no festival, por meio de interações travessas, os piadistas devem entreter os demais Sims contando piadas, ou simplesmente participando de quadros de comédia no microfone.

Conforme as interações são feitas, as equipes vão acumulando pontos e que vençam os melhores!

  
  

Esse festival é então o mais bizarro e, ao mesmo tempo, o mais curioso do pacote de expansão, pois exige uma maior interação do jogador com o que está ocorrendo nele, esse festival cria a sensação no jogador de que ele está em uma competição contra uma máquina. Qualquer deslize seu e a equipe rival pode passar na frente!

AVALIAÇÃO GERAL

O nome da expansão é The Sims 4 Vida na Cidade, portanto, faz todo o sentido que o foco esteja na cidade, mas a partir do momento que o pacote de expansão se propõe a explorar recursos como apartamentos, o mínimo esperado são os recursos já presentes nas gerações anteriores, que há quase uma década já foi possível desenvolver.

As novas carreiras contam com interações novas e itens desbloqueáveis, mas são extremamente repetitivas na questão das tarefas diárias; são sempre as mesmas atividades a serem executadas, até uma promoção finalmente chegar. Porém, elas são salvas pelas novas interações que são desbloqueadas ao longo dos níveis, principalmente ao escolher a opção "Trabalhar de Casa", que permite que tenhamos um controle maior sobre nossos Sims durante o trabalho e assim jogarmos da forma que quisermos.

Os festivais tem o poder de proporcionar horas de diversão aos jogadores, mas seu modelo engessado e sem personalização, com o tempo perde o brilho. Aliado a isso está a falta de personalização maior dos apartamentos, que acaba travando a criatividade dos jogadores, forçando a jogar com as mesmas estruturas para sempre... ou até quando os produtores desenvolverem um sistema decente. Infelizmente um mundo bonito não agrega jogabilidade suficiente a longo prazo, e apesar de The Sims 4 Vida na Cidade ser uma expansão divertida a princípio, não conta com fator replay, que é fazer explorar tudo e colecionar todos os conteúdos dela novamente, como ao iniciar um novo jogo salvo.

Nós acreditamos que nosso papel como fãs desde a primeira geração é apontar o que pode ser melhorado, sempre pensando no futuro da franquia. Então, a sensação que permanece ao jogar o The Sims 4 Vida na Cidade é a mesma das paredes de alguns edifícios de San Myshuno, esse pacote de expansão parece estar inacabado.

The Sims 4 Vida na Cidade estará disponível amanhã, 1° de novembro, no Origin para PC e Mac por R$79,90.