Prévia - The Sims 3 Consoles por Baixaki Jogos

O site Baixaki Jogos divulgou ontem novas informações sobre o The Sims 3 para Consoles. Confira o texto abaixo:

A franquia The Sims é quase que sinônimo de jogos para computador. É a série mais vendida de todos os tempos na plataforma e, embora tenha sido lançada para consoles, sempre foi muito melhor aproveitada em seu sistema original. Não é para menos, já que é mais fácil ter liberdade de movimentos com um mouse — mas então como é que The Sims 3 pretende ser melhor do que seus predecessores nas plataformas caseiras de video games?

Menos limitações

As versões para consoles de The Sims sempre foram bastante limitadas. Tanto por tamanho, já que não era possível armazenar todas as criações dos jogadores, como em escopo — algumas funções simplesmente não se prestavam bem às plataformas e deviam ser removidas ou alteradas. O resultado era previsível: algo bem inferior às versões para PC e que não agradou muito aos fãs.

No entanto, a Electronic Arts parece estar disposta a mudar esse paradigma para The Sims 3. O título será lançado no PS3, X360, Wii, DS e 3DS e dará muito mais liberdade aos jogadores. A principal característica é a existência de uma comunidade virtual através da cidade presente no título, que fará com que os usuários do game em consoles não fiquem mais sozinhos.

Esse é um ponto importante, já que só é possível criar uma casa (com um máximo de cinco andares) e uma família. Assim, é extremamente benéfico que existam outros personagens virtuais para interagir com o jogador — caso contrário a experiência de jogo seria bastante prejudicada, considerando que The Sims 3 foca bastante no aspecto social.

Embora não exista a possibilidade de criar toda uma vizinhança, é permitido ao jogador visitar outros locais fora de casa, como setores comerciais e parques. Além disso, seu próprio lar não será entediante, já que todos os objetos e itens da versão para computadores do título estarão presentes também nos consoles.

A criação de personagens e a ferramenta de personalização também aparecem, deixando os jogadores criarem suas próprias coisas — e até mesmo compartilhá-las pela internet de forma integrada. Isso porque não é necessário sair do jogo para tal, basta acessar os menus de construção e baixar o conteúdo dos outros usuários.

A mão divina

Além da jogabilidade tradicional, existe um sistema de karma e de desafios, que servem para apimentar um pouco mais a experiência de jogo. O primeiro permite ao usuário mexer com as rotinas dos Sims por meio das mais diversas ações: a versão demonstrativa da E3 expunha fantasmas que assustavam todos os convidados de uma festa, por exemplo. Ganhar e perder esses ypontos de karma depende de diversas coisas, mas o sistema promete variedade.
Já os desafios são quase que missões a serem desempenhadas pelos pequenos avatares. Desde conseguir um primeiro beijo em um encontro até outras tarefas mais elaboradas, eles servem para desbloquear outras missões, itens e mais. Podem também ser compartilhados pelo Facebook e pelo Twitter, ampliando o aspecto social do título.

A versão para consoles do aclamado The Sims 3 chega às prateleiras no dia 26 de outubro de 2010.