Preview do The Sims 3 para consoles

O site Valley dos Sims divulgou a tradução de um preview feito pelo site IGN. Confira abaixo:

O primeiro olhar de The Sims 3 para consoles

A franquia The Sims trilhou seu caminho de consoles várias vezes, mas o The Sims 3 é o que se identificou mais com a versão para PC. Com um CAS completamente caracterizado, a inclusão de ciclos e desejos da vida, e a capacidade de estar constantemente ligado com lojas online, a EA fez tudo que pôde para tornar The Sims 3 para consoles, a experiência que os fãs esperam.

Quando se está no CAS, você nem se lembra de que não está jogando a versão para PC. Embora algumas das interfaces foram ajustadas para um desempenho maior com um controle. Você ainda tem todas as opções de personalização, bem como a integração perfeita da loja online e as criações da comunidade. Se você gostou da roupa, mas odiou a cor, você pode facilmente procurar e ver o que a comunidade tem feito, tanto quanto os padrões de cor e movimento. A loja online é um ótimo componente do jogo para PS3/XBox 360. (Eu só vi a versão para XBox 360). Quando o jogador coloca o seu Sim recém-criado no mundo, você pode construir para ele um lar e, assim como no CAS, a loja está disponível, para o caso de não gostar dos itens padrões do jogo, ou seja, aqueles que já vêm inclusos.

O objetivo do jogo na versão para consoles é o mesmo que na versão para PC, criar e controlar a vida de seu Sim. Depois que você cria seus Sims e suas características, você terá que escolher um desejo de vida para eles – uma meta que queremos alcançar, como Líder do Mundo Livre. Durante o curso da vida de seu Sim, você terá objetivos menores para concluir, que te darão um empurrãozinho na direção certa para fazer seu Sim feliz, mas no final, o que importa é cumprir o desejo de vida de seu Sim antes que ele envelheça ou morra.
Você agora tem Desafios, isto é, uma série de tarefas para o seu Sim, como fazer um melhor amigo ou conseguir um beijo, ganhando Pontos quando cumprir. Depois de acumular pontos suficientes, você pode gastá-los em comprando roupas novas, itens para sua cidade, e habilidades de Karma para lançar em seus Sims.

O Karma é ganho a cada noite, mas você pode ganhar Pontos de Karma através da realização de oportunidades. Uma vez que você aponta para lançar um poder kármico, então você pode decidir como punir ou recompensar seus Sims. No demo que assisti, isso resultou em uma chuva de fogo, em retribuição da demonstração de raiva da família. No entanto, tão rapidamente como ele puniu a família pela sua insolência, ele lançou um outro poder, que imediatamente fez todo mundo feliz, e outro que fixa todos os bens danificados.

A maioria dos jogadores não tem a opção de gastar seu Karma tão livremente (o demo que vi tinha cheats ativados), mas a razão de serem incluídos é bem clara. O Karma não existe apenas para que o jogador possa utilizar uma outra maneira de brincar com os seus Sims, mas também para que ele possa impulsionar as ações que normalmente só acontecem por acaso. Os jogadores que querem ver os seus Sims vítimas de um incêndio, normalmente, o método é fazê-los cozinhar e esperar que algo ruim aconteça, enquanto que com o Karma, você pode apontar o fogo diretamente em seus Sims. Mas os jogadores devem ser cautelosos, pois o que a equipe de The Sims não entrou muito em detalhes, é que a cada noite haverá “hora do juizo”, onde você enfrentará as conseqüências pela maneira que você vem tratando seus Sims. Sinistro!

No passado, as pessoas diriam que a versão de PC para The Sims, era a melhor, e eu teria acordado, sem dúvida. No entanto, depois de ver as experiências que estão sendo desenvolvidas para The Sims 3 em consoles, é óbvio que a EA tem trabalhado duro, desta vez, para fazer o jogo de console tão bom quanto o original, e também único suficiente para ficar em seus próprios méritos. Eu não posso tirar qualquer conclusão sobre o jogo até eu ter a chance de jogar, mas até agora eu diria que a equipe The Sims da EA está trabalhando positivamente.